7 de mar de 2012

A Nissan do Brasil está lançando o Livina 2013, que traz como novidades uma nova versão 1.8 S com câmbio automático, grade dianteira renovada e mais equipamentos de série. Os preços começam em R$ 44.990 e vão até R$ 54.090.

Reconhecido pelo ótimo custo-benefício, o Nissan Livina passa a contar com uma nova versão, a 1.8 S. Com preço sugerido de R$ 49.990, a novidade é equipada com a transmissão automática de quatro velocidades, oferecendo conforto aos passageiros com trocas de marcha mais suaves que as opções mecânicas robotizadas ou automatizadas, já que possui conversor de torque. Chega para ser a opção mais acessível do segmento com esse tipo de câmbio.

Na linha 2013, o tipo de transmissão do Livina pode ser identificado pelo motor. As versões 1.6 são equipadas somente com câmbio manual de cinco marchas e as 1.8, apenas com a transmissão automática de quatro velocidades, com conversor de torque e função overdrive – a nova 1.8 S torna-se a opção de entrada dessa motorização. O Livina 2013 conta com quatro versões: 1.6 MT, 1.6 S MT, 1.8 S AT e 1.8 SL AT.

Outra diferença em relação ao modelo 2012 está na frente. A grade é nova, ficando lisa e deixando o visual mais limpo e elegante. Além da frente modificada, todas as versões ganharam quadro de instrumentos com fundo branco e, a partir da versão 1.6 S MT, rodas de liga leve aro 15 com novo desenho, rack de teto agora na cor prata (exclusivo para a versão SL) e a inclusão de frisos nas portas na cor da carroceria e maçanetas de abertura das portas na cor do veículo. Internamente, o Livina de entrada e a versão S têm novos tecidos dos bancos.

Segundo Alexandre Clemes, gerente-chefe de marketing e produto, as mudanças da linha 2013 deixam o já excelente custo-benefício do modelo ainda melhor. “O consumidor constatou que o Livina tem umas das melhores relações entre o preço e a oferta de itens de série. É um carro que oferece conforto, interno e segurança, já que traz airbags duplo de série desde a versão de entrada e conta com freios ABS como opcional.”

O Livina conta com dois motores: 1.6 16V e 1.8 16V, ambos flex fuel. O 1.8 16V gera 125 cavalos a 5.200 rpm de potência quando abastecido com gasolina e 126 cv, na mesma rotação, com álcool. O torque máximo é de 17,5 kgfm a 4.800 rpm com qualquer um dos combustíveis, e a taxa de compressão é de 9,9:1. Com transmissão automática, o Livina chega a 182 km/h e levam apenas 10,7 segundos para atingir os 100 km/h. O consumo com gasolina é de 11,6 km/l na cidade e de 17,2 km/l em rodovias. Com o uso do etanol, o propulsor faz, respectivamente, 7,0 km/l e 10,3 km/l.

O motor 1.6 16V, sempre casado com o câmbio manual de cinco velocidades no Livina, leva o monovolume a 183 km/h de velocidade máxima e a acelerar de 0 a 100 km/h em 11,7 segundos. Quando roda com gasolina, esse propulsor faz 14,8 km/l na cidade, valor que sobe para 17,5 km/l na estrada. Com álcool, os valores ficam, respectivamente, em 7,7 km/l e 10,5 km/l.

Categories:

Receba as atualizações do Blog Carburado gratuitamente por e-mail:

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

1 - Todos os comentários serão moderados.
2 - Comentários com ofensas e vocabulário de baixo nível não serão aprovados.
3 – Comentários com ofensas a outros comentaristas não serão aprovados.
4 – Na medida do possível a havendo necessidade os comentários serão respondidos.
5 – Spans e propagandas não serão aprovados.
6 – O sistema de comentários possui um campo para website favor usar este campo pois só serão aprovados comentários com referencias para outros sites caso este for muito relevante.

Related Posts with Thumbnails

Receba as atualizações do Blog Carburado gratuitamente por e-mail:

Procurar

Inscreva-se no RSS Feed Siga o Carburado no Twitter!