22 de set de 2008

Vamos então para a 4ª dos anéis de pistão se você não ainda não leu a 1ª parte, 2ª parte e 3ª parte pode ler clicando nos links (recomendado), Então vamos em frente.

Tempo Motor (ou de combustão)

Com a ignição da mistura ar-combustível e a conseqüente expansão dos gases, a pressão dentro da câmara aumenta rapidamente para até 56 Kgf/cm2 ou mais, empurrando os pistões e anéis velozmente para baixo.

Nessa, ocasião, uma pequena fuga de gases é normal, ocorrendo através da folga entre pontas e também por detrás dos anéis no breve instante que precede uma vedação lateral completa.

A vedação lateral completa é feita quando a pressão total dos gases de combustão age na face lateral superior e na face interna do anel fazendo com que o mesmo fique mais fortemente comprimido contra a face inferior da canaleta do pistão e a parede do cilindro respectivamente.



Também nesse tempo a ação de raspagem de todos os anéis é controlada, para que um fino filme de óleo permaneça na parede do cilindro.

Tempo de descarga

No tempo de descarga, pelo efeito do movimento ascendente do pistão, os anéis tendem a encostar-se na face inferior da canaleta do pistão.
Nessa ocasião, os anéis deslizam sobre o óleo lubrificante residual das paredes do cilindro sem raspa-lo para cima.


Observação: As figuras acima, referem-se a um anel de compressão de perfil retangular em trabalho.
O comportamento de outros tipos de anéis é semelhante a este, apresentado, no entanto, ligeiras variações, apropriadas para cada tipo de aplicação.

Tipos de anéis

Como já coloquei anteriormente, os anéis dividem-se basicamente em dois grupos:

· Anéis de compressão.
· Anéis de óleo.

Dentro dessa classificação básica, centenas de variações de desenhos foram criadas, buscando a melhor aplicação para cada tipo de motor, existe uma extensa gama de anéis, onde cada tipo de anel é projetado para executar uma função especifica.

As figuras abaixo ilustram os tipos de anéis mais conhecidos. Esses tipos são básicos, a partir dos quais são desenvolvidos todos os anéis combinados.

Assim sendo, coloco como exemplo, a anel Tipo “T”, que é um anel com face de contato inclinada.



E o Tipo “4” que é um anel regular chanfrado na face interna.


Se combinarmos estes dois tipos de perfis, teremos um novo tipo chamado de “T4”, que será, portanto, um anel com face de contato inclinada e chanfrado na face interna.



Update: A 5ª parte já esta no ar.
Categories:

Receba as atualizações do Blog Carburado gratuitamente por e-mail:

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

1 - Todos os comentários serão moderados.
2 - Comentários com ofensas e vocabulário de baixo nível não serão aprovados.
3 – Comentários com ofensas a outros comentaristas não serão aprovados.
4 – Na medida do possível a havendo necessidade os comentários serão respondidos.
5 – Spans e propagandas não serão aprovados.
6 – O sistema de comentários possui um campo para website favor usar este campo pois só serão aprovados comentários com referencias para outros sites caso este for muito relevante.

Related Posts with Thumbnails

Receba as atualizações do Blog Carburado gratuitamente por e-mail:

Procurar

Inscreva-se no RSS Feed Siga o Carburado no Twitter!