26 de ago de 2011

O limpador de pára-brisa é como guarda-chuva você só se lembra dele quando está chovendo. Mas o ele não é um equipamento qualquer e merece atenção especial. Imagine acioná-lo e notar que ele não está retirando a água de forma eficiente.

Esta situação pode ser responsável por um acidente, pois o motorista fica com sua visão encoberta.

Como as palhetas do limpador são feitas de borracha e ficarem do lado de fora, estão sujeitas às ações do tempo. Isso acarreta o ressecamento do material e, por conseqüência, o desgaste, que pode começar a soltar pedaços.


É importante que se verifique o estado das palhetas pelo menos uma vez por ano, ou que peça para um mecânico fazer isso. Uma palheta genérica custa em torno de R$ 10, as originais custam de R$ 20 a R$ 35.

Nada de detergentes também no reservatório do limpador que deve ser abastecido com uma solução de água com aditivo apropriado para limpeza que ajuda na diminuição do atrito entre a borracha e o vidro, melhora a qualidade da limpeza e não corrói a borracha.

Também é importante observar a como estão as mangueiras que puxam a água do reservatório de água até o esguicho. Como ficam debaixo do capô, essas mangueiras sofrem a ação do calor provocada pelo motor e também podem ressecar. Portanto, verifique a cada 12 meses se há furos ou partes danificadas nas borrachas.

Outro problema que pode ocorrer é a trepidação quando o limpador é utilizado. Isso acontece porque o mecanismo apresenta folgas.

Ao instalar um novo jogo de palhetas, é preciso cuidar da limpeza do vidro antes de se fazer o primeiro acionamento. Para promover a limpeza do pára-brisa e eliminar as impurezas ali acumuladas, o ideal é usar uma solução de água com um pouco de álcool e aplicá-la com um pano limpo no vidro. Detergentes, querosene e quaisquer tipos de sabão, NUNCA! Esses produtos danificam a peça, comprometendo o seu funcionamento e reduzindo sua durabilidade. Para a limpeza das borrachas, quando for necessário, basta apenas passar um pano umedecido com água limpa para retirar possíveis impurezas, sempre com cuidado para não danificar os braços do limpador durante o processo.

O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) publicou em 27 de dezembro de 2006, com vigência a partir da mesma data a Resolução 216, que fixa exigências quanto às condições do pára-brisas. Tal resolução determina que o motorista deve estar atento quanto ao estado do limpador. Aqueles que forem flagrados em desconformidade com a lei estão sujeitos à multa no valor de R$ 127,69, o que caracteriza infração grave. Além disso, podem acumular cinco pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).


Todas essas dicas são importantes para que você possa cuidar corretamente das palhetas do limpador do pára-brisa do seu carro. Esses cuidados vão assegurar maior durabilidade da peça e que, por sua vez, cumprirá com eficácia a sua função que é de melhorar a visibilidade em situações adversas, chegando a ser componente essencial em casos extremos de chuvas intensas em locais escuros. Agora que você conhece um pouquinho melhor essa peça, sua importância e como cuidar dela, lembre-se de amanhã mesmo verificar o seu funcionamento e estado de conservação. Não hesite em substituí-la no momento adequado. Afinal, você merece trafegar em segurança e com a tranqüilidade de poder ir e vir sem preocupações.


Fontes Folha da Regiao e Carro100

Categories: ,

Receba as atualizações do Blog Carburado gratuitamente por e-mail:

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

1 - Todos os comentários serão moderados.
2 - Comentários com ofensas e vocabulário de baixo nível não serão aprovados.
3 – Comentários com ofensas a outros comentaristas não serão aprovados.
4 – Na medida do possível a havendo necessidade os comentários serão respondidos.
5 – Spans e propagandas não serão aprovados.
6 – O sistema de comentários possui um campo para website favor usar este campo pois só serão aprovados comentários com referencias para outros sites caso este for muito relevante.

Related Posts with Thumbnails

Receba as atualizações do Blog Carburado gratuitamente por e-mail:

Procurar

Inscreva-se no RSS Feed Siga o Carburado no Twitter!